1ª pregação: “Sentinelas da manhã, ontem e hoje em vista do futuro

A primeira pregação do ENJ foi realizada pelo coordenador nacional do Ministério Jovem, Fernando Gomes, ao fim da tarde de sexta (21). Com o tema “Sentinelas da manhã, ontem e hoje em vista do futuro”, ele fez uma retomada do tema pregado há pelo menos seis anos entre a juventude carismática católica do Brasil, com um olhar para a caminhada e para onde se projeta a vivência do projeto de Deus para os jovens.

Fernando partilhou sua preocupação para que o tema não fique entre os jovens como um modismo, um simples slogan.  “Sentinelas da manhã deve ser um estado de vida que o jovem assume para viver a transformação acontece diariamente. É preciso abraçar esse projeto de vida e juntos colocarmos fogo no mundo com a força do Espírito Santo que Jesus nos concede,” destacou.

Assim ele se dedicou a apontar as características de quem assume o nome de “sentinelas da manhã”. Em primeiro lugar deve ser o construtor da humanidade levando a graça do Espirito Santo em todos os ambientes e lugares que tiver um Sentinela da Manhã.

Outra característica do sentinela deve ser aquele que leva a luz pois, há muitos jovens que ainda não receberam o anúncio da Boa Nova de Jesus. Assim também deve ser um adorador de Jesus Cristo. Os Sentinelas da Manhã são aqueles que não deixam de prostrarem de joelhos diante de Jesus.

É também compromisso dos “sentinelas da manhã” a construção da civilização da manhã. “Vivemos em uma sociedade que necessita que jovens sentinelas estejam envolvidos na política, na saúde, na segurança, na educação e tantas outras áreas de nossa sociedade que necessitam que ocupemos nossos postos,” apontou Fernando.

Na pregação ele destacou ainda que “ontem éramos um pequeno grupo de jovens, hoje uma multidão de sentinelas da manhã que se preparam para um futuro cada vez melhor. Jovens apóstolos da efusão do Espírito Santo ocupando seus postos levando o Batismo no Espirito Santo a todas as pessoas, povos e nações. Assim, iremos cada dia sendo os construtores de um futuro melhor deixando um legado para aqueles que virão depois de nós.”

O coordenador concluiu com a citação dos escritos de são João Paulo II, que se dirigiu à juventude dizendo que são as sentinelas da manhã e que são os construtores da civilização do amor”. Para finalizar, citou também santa Catarina de Sena: “se fores aquilo que deveis ser, colocareis fogo no mundo.”

Por Regis Pereira-Comunicação MJ RCC Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *