VIGÍLIA DE PENTECOSTES NO PARQUE DA UVA : FIÉIS REVESTIDOS E UNGIDOS PARA CONTINUAR A MISSÃO .

O Parque da Uva , em Jundiaí/SP , transformou-se num grande cenáculo no último fim de semana , com a realização da vigília diocesana de pentecostes promovida pela Renovação Carismática Católica.

Pela primeira vez o evento, que anualmente faz parte da liturgia da igreja católica , foi realizado em âmbito diocesano pelos carismáticos , reunindo aproximadamente três mil fieis das onze cidades que compõem a diocese de Jundiaí , que passaram a noite de sábado,dia 08, e madrugada do domingo , dia 09, clamando e celebrando o derramamento do Espírito Santo sobre a igreja.

A vigília foi aberta com a récita do santo terço conduzida por fiéis das diversas paróquias da diocese. Logo após deu-se inicio ao momento de louvor e preparação para a Celebração da Santa Missa.

No início da santa missa, padre Milton Rogério Vicente (Assessor Eclesiástico da RCC na diocese e presidente da celebração ) fez a acolhida aos fiéis reunidos para celebrar pentecostes e o jubileu de ouro da corrente de graça que é a Renovação carismática Católica .

A celebração contou ainda com presença dos Padres Concelebrantes (padre Adriano Zuculin ,padre André Monteiro ,padre Antônio Ferreira , padre Wagner Ferreira Pereira , do diácono transitório , João Renam Paisca Bersan , ministros e vários seminaristas.

Ainda em sua acolhida inicial , padre Milton falou da alegria de seu coração em ver toda a diocese se movimentar para estar reunida numa noite muito importante para toda a igreja , especialmente para os carismáticos que vivem diariamente em seus grupos de oração , a cultura de pentecostes através do batismo no Espírito Santo.

Já em sua homilia o sacerdote partilhou sobre o encontro que o Papa Francisco teve nos últimos dias em Roma, na Itália , com membros da corrente de graças que é a Renovação Carismática Católica e todas as suas expressões. Todos foram convidados à cantar “CRISTO VIVE E É O SENHOR” uma das musicas que o Papa gosta muito e faz parte de sua vida e sempre é cantada nos encontros do pontífice com os carismáticos .

Padre Milton disse que essa é a proclamação que recebemos e podemos fazer como o apóstolo que diz que ninguém pode dizer que Jesus é o Senhor sem ter se encontrado com Ele. “ Jesus passou a ser o nosso referencial e nos conduz em todos os nossos passos e caminhos e isso só aconteceu após a efusão do Espírito Santo em nossa vida quando nos foi anunciado. No encontro com Jesus e o Espírito Santo nós reconhecemos o Seu lugar em nossa vida”, disse.

Ele disse ainda que a liturgia da solenidade de pentecostes proclama a nova vida gerada na vida dos apóstolos depois do encontro com o Espírito Santo de Deus. “Pentecostes celebra um abundante derramamento do Amor de Deus na vida de seu povo”.
Quando os discípulos descobriram que Jesus é o Senhor de suas vidas eles partiram e começaram a chegar aos lugares possíveis e impossíveis. “ Tudo que vivemos na igreja só pode ser por ação do Espírito Santo, não tem outra forma. “É o Espírito Santo que retoma o protagonismo e faz tudo novo. Em todas as paginas da igreja nós vemos o Espírito Santo sendo derramado e entrando na vida do seu povo “, destacou o sacerdote .

Falando da criação pelo papa , de um único serviço internacional para renovação e outras expressões carismáticas , o CHARIS, que passou a funcionar no último sábado , padre Milton disse que o santo padre pediu que através do seu serviço a Corrente de Graças deve agir na igreja como elo de comunhão e santidade; compartilhando o Batismo no Espírito Santo com toda a igreja, ou seja : uma missão maior. “A RCC tem uma raiz de ecumenismo e nós não podemos perder essa identidade “, enfatizou.

Finalizando sua homília ele disse que é preciso reconhecer e proclamar de novo que o Senhor é quem nos guia e nos conduz , e conclamou os fiéis a clamarem o Espírito Santo sobre a Renovação Carismática Católica e sobre toda a nossa diocese .

Após o encerramento da Santa Missa a vigília prosseguiu com animação , louvor , pregação e adoração ao Santíssimo Sacramento.

As pregações foram ministradas por José Carlos Carreiro (Arquidiocese de Belo Horizonte/MG) que abordou o tema central da vigília( Unidos de Coração vivemos um novo pentecostes (cf.at 2,1-4).

Em sua primeira pegação, ele destacou que destacou que Deus estava pedindo algo muito grande para nós a partir dessa vigília de Pentecostes, algo que padre Milton também havia citado em sua homilia . José Carlos disse que esse é um momento de sair do arrefecimento espiritual e dizer ao Espírito Santo : venha e toma conta da minha vida por inteiro, pois não dá para viver um batismo de conveniência e aprisioná-lo.

Ao finalizar esse primeiro momento , o pregador refletiu com os fiéis sobre a fraqueza e o medo que os apóstolos viveram antes de pentecostes e destacou que Deus manifesta o seu amor de diversas maneiras. “Quando tremeu é o final de uma situação para passar para outra. Em Atos capítulo 4 temos a concretização de tudo que Jesus preparou. Para uns a terra tremeu para começar um novo tempo. Tremor é só benção”, disse .

Em sua segunda pregação , José Carlos refletiu sobre a nova unção sobre os apóstolos após pentecostes e frisou que Deus preparou aquele acontecimento com um plano não só para eles , mas também para nós . “Um dos planos de Deus quando Ele derrama o Espírito Santo é a forma de sermos um só corpo e um só coração. O Espírito santo derramado sobre nós é para ser também usado na vida comunitária e para o outro. Quando os dons são derramados é para também olharmos para o outro. Quando o Espírito Santo foi derramado o povo se ajuntou e não dispersou”, comentou .

Ele enfatizou ainda que o para Francisco entendeu que o batismo no Espírito Santo é para sairmos de nós mesmos e ele tem em seu coração que o dia em que a igreja for totalmente batizada no Espírito Santo não será mais a mesma.

Por fim, o pregador afirmou que Deus a partir dessa vigília de pentecostes atravessou novamente a nossa vida para nos dar uma nova unção.

O Encerramento da vigília diocesana de pentecostes da Renovação Carismática Católica de nossa diocese terminou com o passeio de Jesus Sacramentado no meio dos fiéis , soprando sobre cada um o Seu Espírito Santo e renovando os dons e carismas para continuarmos firmes na missão que Ele nos confiou.

Depois de um grande momento de louvor e adoração e revestidos de uma nova unção , houve a benção do Santíssimo Sacramento, fechando de forma extraordinária a nossa vigília de pentecostes .

Ao final do encontro , o Coordenador diocesano da Renovação Carismática Católica , Leandro Santos , falou da satisfação em realizar a vontade de Deus . Ele contou que a primeira vigília diocesana de Pentecostes, foi um pedido que o Senhor lhe fez , o que foi confirmado junto ao conselho diocesano da RCC. “À princípio um grande desafio pois precisava de muito trabalho e um local especial para que o evento acontecesse , mas com a direção de Deus , tudo saiu à contento e a graça de Pentecostes aconteceu”, comemorou.

Ele lembrou que o ojetivo da vigília foi o de unir toda Renovação Carismática Católica , e clamar por um novo pentecostes promovendo assim a unidade dos cristãos de nossa diocese. “E isso de fato ocorreu, gloria à Deus” , celebrou.🏻

Para Leandro a experiência foi muito positiva, pois houve o comprometimento de todos os coordenadores de cidade , de grupos de oração e de ministérios , o que contribuiu para que aproximadamente 3 mil fiéis , entre simpatizantes , servos , participantes do movimento e membros de outras expressões carismáticas comparecessem no Parque da Uva , mesmo com o frio intenso que se fez no final de semana . ” Só tenho que agradecer à Deus por tudo que vivemos nesse final de semana e também a cada um que colaborou e compareceu em nossa vigília . Ele declarou: “Pentecostes aconteceu e foi atualizado em nossa diocese”.

“Deus seja louvado por todas as graças derramadas na vida de cada irmão que esteve reunido conosco nessa vigília , finalizou”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *