A diferença que temos para oferecer ao mundo é Jesus

Acabou na manhã de ontem, domingo  (10), a 32ª edição do Congresso Nacional da RCCBRASIL. Finalizando o evento, Dom Alberto Taveira, assessor eclesiástico da Renovação Carismática celebrou a Santa Missa, em que levou os participantes a uma reflexão sobre como têm sido “o ser misericordioso” de cada um.

No início da celebração, Dom Alberto questionou os participantes sobre “o que é o cristianismo diante do mundo”. Dom Alberto fez uma comparação com as leis civis, se apenas o fato delas existirem fosse suficiente para uma sociedade organizada, aqui já seria um paraíso, afinal, existem muitas leis que nos regem. Com isso, Dom Alberto explicou que ser cristão não é simplesmente obedecer regras de bem viver.

O bispo mencionou a primeira leitura, onde Moisés adverte o povo obedecer a Deus, convertendo o coração a Ele, “este mandamento que hoje te dou não é difícil demais, nem está fora do teu alcance”(Dt 30,10-14). O bispo relacionou a passagem com o fato de atribuir que ó é possível viver a obediência a Deus, se sujeitarmos a Ele a nossa liberdade.

Durante a homilia, Dom Alberto fez uma pergunta que conduziu a maior parte de sua pregação: “Depois do Congresso, o que você poderá oferecer de diferente”?

Para responder isso, o bispo utilizou o Evangelho do dia, onde Jesus diz ao mestre da lei que para herdar a vida eterna é necessário “Amar o Senhor Deus, de todo o coração e com toda a alma” (Lc 10,27). O bispo questionou os participantes: “Qual seria o aparelho para medir o tamanho do seu amor por Deus? […] O importante é esse amor ser o seu tudo, sem julgar o tamanho do tudo de outras pessoas”.

Falando sobre misericórdia, o bispo destacou que o próximo é aquele que está perto de nós. Dom Alberto convocou os carismáticos a irem, com misericórdia, ao encontro dos mais fracos e necessitados.

Fazendo uma alusão ao evangelho do dia, a parábola do Bom Samaritano, Dom Alberto destacou, que o verdadeiro bom samaritano é o próprio Jesus, “é necessário nos identificar com Ele, ressaltou o bispo.

“A diferença que temos para oferecer ao mundo é Jesus”, afirmou o bispo, respondendo à pergunta do início da celebração. Dom Alberto, encerrando a homilia, destacou que precisamos nos modelar a Jesus: “Tudo converge ao altar, porque você se transforma no que você recebe. As pessoas que passarem por você irão comungar o próprio Jesus”, finalizou.

Ao final da Santa Missa, a presidente do Conselho Nacional da RCCBRASIL, Katia Roldi Zavaris, louvou a Deus e agradeceu a colaboração de todas as pessoas que atuaram na realização do Congresso Nacional, e também, agradeceu a participação de todos os carismáticos que vieram para este grande evento. Katia aproveitou a ocasião para anunciar que as inscrições do Encontro Nacional de Formação para Coordenadores e Ministérios (ENF) de 2017 já estão abertas.

Fonte : www.rccbrasil.org.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *