Cáritas pede mais dignidade para crianças portadoras do HIV

A Cáritas International publicou uma mensagem por ocasião do Dia Mundial de Luta Contra a Aids, celebrado na última segunda-feira, 1º.

Lembrando as palavras do Papa Francisco que “todas as pessoas são merecedoras da nossa doação”, o Secretário geral da entidade, Michael Roy, afirmou que “o histórico da resposta da Cáritas à epidemia de HIV em diferentes partes do mundo vai além de estratégias e políticas, por mais importantes que estas sejam”. E acrescentou que “nossa responsabilidade é medida não somente a partir dos resultados alcançados mas, principalmente, pelo respeito à dignidade humana das pessoas que convivem com o vírus da Aids”.

Ao recordar as mais de 39 milhões vítimas da epidemia nas últimas três décadas, Roy destacou que a Cáritas promove o acompanhamento das pessoas soropositivas, não somente um atendimento parcial.

Atualmente, 25 milhões de pessoas em todo o mundo não tem acesso aos medicamentos antirretrovirais. Destas, alerta a mensagem, grande parte são crianças: “queremos, acima de tudo, dar prioridade ao atendimento às crianças que não têm o mesmo acesso aos medicamentos comparadas aos adultos”, exortou o secretário geral da Cáritas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *