Contemplando Jesus Eucarístico, contemplamos o mistério da nossa redenção

A comunidade diocesana se reuniu neste domingo, 8 de novembro, na missa de encerramento do Congresso Eucarístico Missionário Diocesano, evento relacionado ao triênio preparatório para o Jubileu de Ouro da Diocese de Jundiaí, a ser celebrado em janeiro de 2017. A celebração foi presidida por Dom Vicente Costa, Bispo Diocesano, e concelebrada pelos sacerdotes da Diocese. Mais de seis mil fiéis católicos lotaram as dependências do Parque da Uva, em Jundiaí.

O padre Milton Rogério Vicente, coordenador do evento, acolheu e agradeceu a presença de todos e falou “Hoje Nosso Senhor nos permite viver um grande momento na vida da nossa Igreja Diocesana. Uma oportunidade de refletir e nos aprofundar no Sacramento da Eucaristia, Mistério de Amor que o Senhor nos deixou e segue nos impulsionando a seguir adiante. Contemplando Jesus Eucarístico, contemplamos o mistério da nossa redenção”.

Durante a missa, 36 jovens fizeram a Primeira Comunhão. E mais de 3 mil Ministros Extraordinários da Sagrada Comunhão Eucarística e da Palavra de Deus renovaram seu mandato de Ministros.

O momento especial aconteceuu após a missa, oportunidade em que o clero e fiéis sairam pelas ruas em Procissão Eucarística, demonstrando publicamente a sua fé.

A bênção final com o Santíssimo Sacramento foi dada na Praça da Catedral Nossa Senhora do Desterro, no centro da cidade.

O Congresso começou na noite da última sexta-feira e neste domingo, as atividades começaram às 8h com reza das Laudes e Adoração ao Santíssimo Sacramento preparada pelas religiosas(os) da Diocese. Às 9h, o Movimento do Apostolado da Orarão reuniu seus membros para rezar pelas intenções da Igreja e, especialmente, da Diocese, e adorar ao Santíssimo Sacramento.

Em sua homilia, o Pastor da Diocese destacou três idéias:

bispo 02

A maior alegria que nós temos é que fomos escolhidos para sermos amados por Jesus. Diante disso, a nossa atitude não pode ser outra a não ser corresponder com generosidade a esse amor, sendo solícitos aos pobres, aos mais necessitados;Quem é cristão partilha.uem não partilha não é cristão.

À luz da Palavra de Deus deste 32º Domingo do Tempo Comum, somos convidados a ter os mesmos gestos da pobre viúva, que nada tinha, mas que deu o tudo a Deus;

Jesus se entregou livremente para nos salvar. Eis o motivo pelo qual somos convocados a fazer o que Ele fez. Por isso celebramos o Congresso Eucarístico Missionário. Não é uma celebração para ostentar uma Igreja que não existe. Este congresso tem a finalidade de unir e congregar a Igreja amada e querida de Jundiaí em Jesus Eucarístico, que exige de cada um de nós comprometimento com tantas “viúvas” dos nossos tempos.

 

Por Jussane Cristina (www.dj.org.br))

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *