Dioceses preparam eventos para jovens que não forem à JMJ 2016

Milhares de jovens devem viajar para a Polônia a fim de participar da 31ª Jornada Mundial da Juventude (JMJ), mas os que ficarem no Brasil, além de acompanhar o evento pela TV ou internet, poderão fazer sua própria experiência de jornada em suas dioceses.

O presidente da Comissão para Juventude da CNBB, Dom Vilson Basso, explica que foram dadas duas orientações às dioceses, para que elas apliquem conforme sua realidade.

“A primeira sugestão são os eventos diocesanos, e a segunda, os eventos nas próprias paróquias, que atingem muito mais gente. A orientação depende de cada diocese, mas pedimos que nos dias da JMJ eles organizem eventos em frente à igreja matriz, em frente à Catedral, reunindo a juventude, colocando telões, fazendo shows religiosos, podendo vivenciar junto com o Papa e o povo em Cracóvia”, destaca.

O Assessor da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da CNBB, Padre Antônio Ramos do Prado, conhecido como padre Toninho, destaca que a motivação é que os jovens façam a profunda experiência deste momento com o tema misericórdia e explica porque é importante a que a juventude participe deste momento nas dioceses:

“Nós somos igreja e estamos em sintonia com o Santo Padre, o Papa, lá em Cracóvia, vivendo este momento da Jornada Mundial da Juventude. Convide seus colegas, participe destes momentos na sua diocese”, convida padre Toninho.

Caso não haja Jornada Diocesana da Juventude em sua diocese, o assessor da juventude motiva que os jovens promovam em seu próprio grupo ou expressão juvenil um momento de oração ou uma vigília, para estar em sintonia com o Papa Francisco em Cracóvia, neste momento único de celebração da misericórdia.

“Nunca é tarde para rezar, nunca é tarde para reunir, nunca é tarde para celebrar, de modo especial, nunca é tarde para viver a misericórdia de Deus, neste Ano da Misericórdia que o Papa Francisco nos convida a viver intensamente”, conclui padre Toninho.

A orientação da Comissão da Juventude foi seguida em grande parte das dioceses do país..

Fonte : noticias.cancaonova.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *