ITUPEVA ACOLHE X CONGRESSO DIOCESANO DA RCC DE NOSSA DIOCESE.

Dois dias de muitas bençãos, direcionamentos e um grande derramamento do Espírito Santo: assim foi o fim de semana, dos dias 14 e 15 de abril , para a família carismática da Diocese de Jundiaí que participou do seu X Congresso Diocesano , realizado em Itupeva-SP, no salão da igreja Santo Antônio ,Paróquia São Sebastião, reunindo cerca de 700 servos , membros de novas comunidades carismáticas e participantes de Grupos de Oração .

No sábado, dia 14, pela manhã aconteceu a recepção dos congressistas que vieram de todas as 11 cidades que compõem a nossa diocese e logo em seguida houve a abertura oficial com a celebração da Santa Missa , presidida pelo Pároco Padre Marcos Adriano Paulino, anfitrião do evento , que com muita alegria acolheu aos participantes.

Nos dois dias, as pregações estiveram em torno do tema central do Congresso, “Eis que Estou à porta e bato” do livro de Apocalipse , que neste ano é o direcionamento para toda Renovação Carismática Católica do Brasil.

Além das pregações ministradas por Marcelo Marangon (Secretário Geral da RCC/SP), por Lucimar Maziero ( Presidente do Conselho Estadual da RCC/SP) e pela coordenadora da Renovação Carismática Católica da diocese, Tatiana Ribeiro Coraine e por seu secretário geral , Leandro Santos , o encontro contou com a Santa Missa, adoração, Grupo de Oração Universitário e momentos intensos de oração e convivência fraterna entre os participantes…também as crianças foram evangelizadas através do apoio aos pais dado pelo ministério para crianças no congressinho, durante os dois dias do evento.

“Chamados a intimidade com Deus”

Na manhã de sábado (14/04), Marcelo Marangon, secretário geral da RCC/SP ministrou a primeira pregação do Congresso com o tema: “Chamados a intimidade com Deus” . Ele iniciou destacando a importância da palavra de Deus, comparando-a com uma espécie de bússola que possui os pontos cardeais sempre procurando a direção norte,” assim a bíblia é a bússola em sua vida”.

Marangon explicou que de tempos em tempos, o Espírito Santo se manifesta ao povo dando uma palavra como norte em sua vida, direcionando e vindo como auxílio em momentos que nos perdemos do caminho a Jesus.

Destacou também o entendimento para o significado das palavras vocação e convocação. “Vocação é algo que Deus faz , um chamado para algo específico que fará parte em toda vida, enquanto que a palavra convocação se trata de um período para estar a serviço, por exemplo, na coordenação em qualquer instância”, esclareceu.

O pregador enfatizou que precisamos estar de prontidão para quando formos convocados, responder ao chamado do Senhor. “O congresso tem como intuito fortalecer todos os servos do grupo de oração para estar atentos à voz do Senhor e cumprir sua vontade”, disse.

Meditando o texto de Apocalípse 3,20 sobre a carta de Laodicéia, ele lembrou que essa cidade ficava ao lado do mar e se expandiu em torno dos portos, desenvolvendo principalmente no comércio. “A população tinha muitos bens materiais e havia aí uma igreja para praticar a fé, mas faziam apenas como se fosse um compromisso sem amor, isto porque eles haviam esquecido que a igreja é o local da escuta ao Senhor”.

Durante a pregação, Marcelo disse ainda que tem visto nos grupos de oração, servos que fazem desse lugar como um compromisso, mas não vivem o relacionamento fraterno entre irmãos. Ele enfatizou a importância do grupo de oração como o lugar do encontro e intimidade com Deus.

“O grupo de oração é lugar de maturidade espiritual, é preciso buscar ao Senhor e se despojar do homem velho para ter uma intimidade divina a partir do amor ao Senhor ” , pontuou.

O pregador, alertou sobre a importância de que precisamos ouvir qual a vontade de Deus em nossas vidas e para o grupo de oração. “A RCC é um movimento do Espírito Santo e devemos andar segundo os desígnios do Senhor, fazer somente a vontade de Deus. Ser servos maduros na fé e não ter medo de ir ao encontro do irmão e amar mesmo diante das nossas imperfeições” exortou.

Combate Espiritual

Ao retomar as atividades na parte da tarde do sábado (14/04),  Marangon, deu continuidade às pregações, convidando os congressistas a recordarem que a missão do grupo de oração é salvar almas, e à refletirem , a partir do mandato para o qual foram chamados , sobre quantas almas conseguirão levar para Jesus quando Ele voltar.”Estamos em ordem de batalha”, lembrou.

Ao desenvolver o tema “Converte-te, volta ao primeiro amor ”, o pregador esclareceu que Jesus confiou ao grupo de oração suas ovelhas e diante dessa missão, o grupo de oração deve anunciar Jesus vivo e ressuscitado para alcançar a salvação das almas.
“Não podemos limitar as ações do grupo de oração entre paredes, mas anunciar a todas as pessoas para conhecerem e fazerem uma experiência com Jesus que transformará sua vida a partir do Batismo no Espírito Santo”, destacou .

Ele destacou as três fases dos servos no grupo de oração:
1º Fase: encantamento
Aquele momento após receber o Batismo no Espírito Santo, que nos dá coragem e vigor para anunciar Jesus a todas as pessoas.

2º Fase: desencantamento
É o período que dizemos estar cansados de servir e fazemos as coisas apenas como compromisso e/ou damos desculpas para não ir ao grupo de oração.

3º Fase: perseverança
Tempo que mesmo diante das limitações, permanecemos firmes no propósito de servir ao Senhor com alegria.

Marangon exortou mais uma vez que é preciso ouvir o Espírito Santo para saber qual a vontade de Deus para o grupo de oração, se doar totalmente naquilo que o Senhor tem convocado os carismáticos .

“Todos os servos precisam trabalhar em unidade e assumir a missão de salvar almas. As pessoas chegam com muitos sofrimentos em nossos grupos de oração e os servos devem se preocupar mais com o mandato de Jesus para salvação das almas”, frisou.

“Devemos nos expor para falar de Jesus e sair em missão. Nós somos todos RCC, o grupo de oração maior tem que ajudar o menor. Se faltar o amor fraterno, vamos perecer. Todos juntos somos comunidade”, enfatizou.

O pregador chamou a atenção para não se institucionalizar o grupo de oração. “Precisamos viver a cultura do encontro, viver em comunidade. Porque se faltar o amor, nada adiantará a estrutura da RCC.  Amar é uma decisão então, preciso  decidir amar a todos sem exceção e prosseguir decididamente”, finalizou .

Pentecoste Perene: “Rumo ao Jubileu de Ouro da RCC Brasil”

Encerrando sua participação no congresso , o secretário-geral da RCC-SP ministrou o tema “Rumo ao Jubileu de Ouro da RCC Brasil”. Marcelo  disse que pela intercessão da Virgem Maria somos conduzidos a viver um pentecostes perene, e fez uma exortação: “Grupo de Oração que não tem Batismo no Espírito Santo, se torna grupo de reza”.

Ele destacou que é preciso reviver a moção da RCC para ano de 2015 , que teve como direcionamento o seguinte tema : “Se vivemos pelo Espírito, andemos também pelo Espírito”. “Todos os servos precisam despertar em sua vida, a consciência da importância de uma conversão sincera, sem dar brechas aos dardos inflamados lançados pelo inimigo”, pontuou .

Em preparação ao Jubileu de Ouro da RCC no Brasil, somos convidados a nos comprometer em fazer um itinerário de oração e assumir que queremos viver sob a ação do Espírito Santo. “O cristão genuíno tem fidelidade na vida espiritual e com docilidade ao Espírito Santo, escuta o chamado para uma conversão sincera”.

Após a pregação, os carismáticos iniciaram o momento de oração clamando o Batismo no Espírito Santo, e assim como narra a bíblia em Atos capítulo 2, versículo 3, aconteceu também com todos que estavam no congresso diocesano, ficaram cheios do Espírito Santo.

DOMINGO

No domingo pela manhã, as atividades começaram com a acolhida aos participantes, a récita do santo terço e a oração da manhã com  intenso momento mariano , conduzido por Luiz Junior Sato, representante diocesano do ministério de intercessão. Também na manhã de domingo os carismáticos de nossa diocese puderam viver um momento de profunda adoração à Jesus Eucarístico .

O Segundo dia  contou a presença da presidente do Conselho Estadual da Renovação Carismática Católica , Lucimar Maziero que desenvolveu os temas : “Grupo de Oração, um celeiro de santidade” e “RCC: Dimensão mística e senso profético”.

No intervalo do almoço , o MUR (Ministério Universidades Renovadas ) aproveitou o momento e realizou um grande GOU (Grupo de Oração Universitário), demonstrando para os presentes como se desenvolve a dinâmica de evangelização nas faculdades e universidades em algumas cidades de nossa diocese.

A parte da tarde  foi marcada pela pregação da coordenadora da Renovação Carismática Católica da diocese de Jundiaí, Tatiana Ribeiro Coraine que, juntamente com seu secretário geral , Leandro Santos, desenvolveu o tema central do encontro: “ Eis que estou à porta e bato”.

A  coordenadora da RCC na Diocese de Jundiai partilhou com  os presentes que Deus nunca reúne o seu povo em vão, mas que Ele tem sempre um propósito é uma benção especial para nós. Ela relembrou que há 6 anos atrás a cidade de Itupeva também acolheu um Congresso Diocesano, e que naquele dia, Ele prometia fazer nascer na cidade um novo Grupo de Oração, o que aconteceu! É o Grupo de Oração São Miguel Arcanjo, a caçula da cidade, que acontece todas as sextas-feiras na Comunidade do Hortensia. Tatiana completou dizendo: “neste final de semana Deus não que somente aumentar mais um grupo de oração na cidade de Itupeva, mas Ele está devolvendo a todos os Grupos de Oração da Diocese a Graça de serem autênticos Grupos de Oração”.

DEPOIMENTOS

José Francisco Ferreira , membro do       grupo de oração Unidos Com Maria da RCC setor Cajamar/Santana de Parnaíba, emocionado , testemunhou que estava transformado.”Saio do congresso cheio do Espírito Santo reconhecendo que a cada Grupo de Oração , vivo uma grande experiência com o amor de Deus . “O X Congresso Diocesano da RCC foi para mim um despertar em todas as áreas da minha vida , uma verdadeira renovação “, frisou.

FRANCISCA SILVA DA CIDADE DE SALTO.

Já Francisca Silva , Coordenadora do Grupo de Oração Rainha da Paz , da RCC da cidade de Salto-SP, disse que Gostou muito do congresso e comentou que “com os anos de caminhada às vezes vamos nos cansando ao longo do caminho,vamos achando que já sabemos tudo e que não precisamos de mais palestras,encontros,formações. Mas quando mesmo assim,somos fiéis aos compromissos e chegamos à um evento como este,vemos que Deus faz novas todas as coisas .Todos os eventos  da rcc sempre tem algo novo à nos oferecer.

Disse ainda acreditar que Deus repetirá sua história de amor por nós,quantas vezes for necessário, até que nos acheguemos à Ele definitivamente.  Ela testemunho ainda que , como  diz a palavra, Deus deixa noventa e nove ovelhas e vai ao encontro de uma e hoje ELE veio ao meu encontro , com certeza”.

CONGRESSINHO

Também  aconteceu  o Congressinho para as crianças, momentos de cura, louvor, batismo no Espírito Santo, um verdadeiro encontro com o Senhor que está batendo à porta do nosso coração .

Islaine Cristina Ferreira da Silva, representante diocesana do Ministério para as Crianças, disse que  houve a participação de aproximadamente 50 crianças entre 3 a 12 anos e destacou que “foi uma bênção ver a abertura do coração das crianças , deixando Jesus entrar e transformar as suas vidas”.

Segundo ela , a doação de cada evangelizador fez toda a diferença para que a graça de Deus fosse derramada sobre as crianças. “A dedicação e o empenho de cada um e o desejo de ser instrumentos nas mãos de Deus fez com que o Congressinho de 2018 fosse o melhor de todos ”, testemunhou.

O Congresso diocesano da RCC foi encerrado com a Santa Missa Presidida pelo Assessor Eclesiástico do movimento na diocese, padre Milton Rogério Vicente e concelebrada pelos padres Alexandre Rogério Theodoro , da paróquia São Francisco de Assis (Várzea Paulista) e André Aparecido Monteiro da paróquia São Paulo Apóstolo (Santana de Parnaíba) . O Diácono José Maurício de Ávila , também participou da celebração , representando a paróquia São Sebastião (Itupeva). Ainda participaram da celebração vários seminaristas que vivem no seu dia a dia , a espiritualidade do batismo no Espírito Santo .

Ao final do X Congresso,  em nome de todo Conselho Diocesano, Tatiana Ribeiro Coraine   agradeceu a toda Paróquia São Sebastião pela acolhida, e agradeceu também a participação de todos em mais esse grande momento de oração, direcionamentos e unidade da família carismática da Diocese de Jundiaí.

MCS – RCC DIOCESE DE JUNDIAÍ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Uma tecnologia: