Maternidade, dom de Deus e fonte de salvação para a mulher

Contudo, ela poderá salvar-se, cumprindo os deveres de mãe, contanto que permaneça na fé, na caridade e na santidade(1 Tim 2, 15).

Maternidade não é um hobby. É um chamado!

Deus concede à mulher a graça de ser mãe como uma grande oportunidade de servi-lo na formação da humanidade. Graça essa que exige muito compromisso e respeito ao chamado. Gerar filhos e pô-los no mundo, não é uma mera opção, mas, graça que vem de Deus!

Filhos são tesouros especiais que Deus nos confia para lapidá-los, para que sejam luzes acesas e brilhantes no mundo!

Ser mãe é renunciar-se e deixar que um novo ser se forme em si e através de você. Em si porque, a maternidade, transforma, tornando-as mulheres bem diferentes. Tornam-se seguras, corajosas, responsáveis e um enorme depósito de amor! Amor vindo do coração de Deus, na certeza de que esse amor inabalável e sem fim, as levará a olhar para seu rebento como parte de si e de Deus!

A maternidade não acontece somente quando geramos em nosso ventre uma vida! Acontece, também, quando geramos vidas em nossos corações. Quantos filhos estamos gerando pelo Espírito Santo, por esse imenso Brasil, no decorrer desses três anos no Ministério para as Famílias.

É um amor diferente; porém, maternal que aquece o coração e, mesmo com pouco contato, somos capazes de entender e compreender a cada um, independentemente da distância que nos separa.

Cremos que assim acontece com todas as servas de Deus espalhadas pelos inúmeros Grupos de Oração. Onde cada uma acolhe, com amor maternal, os filhos que Deus lhes envia, necessitados de cuidados especiais e, principalmente, de encontrar o Pai de Amor que os espera de braços abertos. Mulheres, servas de Deus, mães espirituais, guerreiras e corajosas em defesa dos seus.

Temos a graça de vivenciar essa experiência em nosso Grupo de Oração. Desde os servos até àqueles que chegam pela primeira vez, como a ovelha perdida.

É muito belo quando vemos uma jovem entregando sua vida para Deus, através da maternidade. Renuncia a seus ideais, projetos profissionais e entrega-se ao divino papel de mãe!

Temos uma neta que fez isso e muito nos alegra; pois, através dela temos três bisnetos. Desde de pequenina, quando brincava e as coleguinhas manifestavam os desejos de inúmeras profissões ela dizia: quero ser mãe! Assim fez e é uma excelente mãe. Cumpridora de seus deveres, criando os filhos tementes a Deus, fiéis aos bons costumes, preparando grandes cidadãos cristãos que, com certeza, farão a diferença nesse mundo tão sofrido que estamos vivendo. Não poderia deixar de homenageá-la! Louvamos a Deus por essa graça!

Deus nos mostra que ser mãe  é saber suportar as cruzes que a vida nos apresenta. A exemplo de Maria, a Santíssima Virgem Mãe, escolhida por Deus para trazer ao mundo o Salvador, refletimos e entendemos todo o mistério que envolve a maternidade:

RENÚNCIA– Maria renunciou-se abrindo mão de seus projetos iniciais para acolher o desígnio de Deus para ela, o de ser a Mãe de Jesus.

ENTREGA – Maria entregou-se ao seu papel de mãe, mesmo sem compreender o lugar que ocuparia na vida de seu filho Deus.

CORAGEM– Maria, mulher corajosa, enfrentou todas as situações que envolviam seu filho, sendo firme e forte até à Cruz.

– Maria, mulher de fé inabalável, sem questionamentos, contribuiu para que seu filho levasse a bom termo o plano da salvação da humanidade.

AMOR – Maria amou e ama a humanidade a quem seu próprio filho outorgou-lhe a maternidade (mulher, eis aí teu filho…), a qual assumiu, cuida e nos trata como filhos amados.

Nesse dia, nos lembremos de todas as mães, saiamos de nosso egoísmo, lembrando somente de nossas próprias mães e acolhamos, em nossas orações, todas as mães do mundo, e pedindo a intercessão da Mãe de todos os homens, Maria Santíssima, que saibamos viver a maternidade como fonte de santidade para nós e nossos filhos.

Viva todas as mães do Brasil!

Viva nossa Mãe, Maria Santíssima!

Cleusa Bombonati

Coordenadora Nacional do Ministério para as Famílias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *