“O Estado de São Paulo será conhecido como uma nação santa”, proclamou Lucimar

No último dia do Encontro Estadual de Lideranças ,em Aparecida-SP,  a presidente do Conselho Estadual da RCC de São Paulo, Lucimar Maziero, fez a pregação do evento. De início, Lucimar, chamou a todos os coordenadores diocesanos das 41 dioceses do Estado de São Paulo, além de coordenadores de ministérios para se apresentarem no palco do encontro. “Chamei todos eles aqui [no palco]para que vocês saibam que jamais devemos fazer as coisas sozinhos”, afirmou.

Na presença do secretário geral do Conselho Estadual, Marcelo Marangon, Lucimar perguntou a Rogério Santos, ex-presidente deste Conselho, o que Deus fez para ele no tempo de coordenação que ele viveu. Em sua resposta, Rogério, disse: “Não importa aonde chegamos, o importante é seguir decididamente! Não é uma obra humana que assumimos ou deixamos quando coordenamos. Não depende de nós e sim, do Dono da obra”.

Pilares para 2015/2016

Ao falar dos quatro pilares que a RCC São Paulo destacou para viver em 2015/2016, Lucimar foi convidando as lideranças a viver a Evangelização, Espiritualidade da Renovação Carismática, a Unidade e o Administrar no Espírito. Segundo ela, é preciso “investir no instrumento primordial para a Evangelização, e este instrumento é a Vida, é esse irmão que está sentado ao seu lado. Quanto mais batizado você for, maior será a potencialidade da evangelização”.

“A Espiritualidade é também dom de Deus para nós”, a presidente destacou elencando os pontos chaves desta vivência, como: a vida de oração, dos sacramentais, do clamor ao Espírito Santo, “para ser forjado por Deus e viver na autenticidade da Espiritualidade da Renovação Carismática”. Citando uma frase de Reinaldo Bezerra, disse: “os Ministérios só existem em função do órgão que o legitima, a RCC” e, frisou isso com uma frase do Frei Raniero Cantalamessa: “Pode haver santidade sem carisma, mas não pode haver carisma sem santidade”.

Para ser unidos, continuou Lucimar, <<precisamos orar, trabalhar e nos esforçar para manter a unidade (conf. CIC)>> e assim, não daremos lugar à inveja, ao ciúmes e competições entre ministérios e/ou grupos de oração. Sobre administrar no Espírito, ela recomendou a transparência não somente nas questões financeiras, mas também no movimento e na vida. “Dizemos <<Dai a César o que é de César e o que é de Deus para Deus>> mas quando não vivemos isso, satanás faz questão de esfregar isso na nossa cara!”, pontuou.

Profecias e a Misericórdia de Deus

“Olhem para mim, a verdadeira alegria vem de mim. Foquem o olhar em mim e aquilo que eu suscitei neste momento, os grupos de oração” foi uma das profecias proclamadas na reunião do Conselho Nacional da RCC e atualizadas pela presidente. “Toquem no meu povo, eis que se levanta um grande exército de portadores do sopro de vida”, dizia a outra profecia atualizada por Lucimar.

De acordo com ela, este é o tempo que Deus está trabalhando Sua misericórdia em nós para que a coloquemos a disposição do outro nos ambientes em que vivemos. “Precisamos levar a misericórdia de Deus nos lugares que vivemos. E aí, você vai pensar, mas isso é política e política é coisa do demônio. Não, meu irmão! Isso é de Deus! O Batismo no Espírito Santo nos capacita para todas as áreas da vida humana, inclusive, a política!”, exortou.

Para concluir, formaram-se grupos de até cinco pessoas para orar, usando a passagem do livro do profeta Isaías (capítulo 41, versículo 13) e levantou-se um grande clamor no final pedindo pela unidade de todo Estado de São Paulo. A oração foi concluída pela profecia da presidente que proclamou “a partir de hoje, o Estado de São Paulo será conhecido como uma nação santa, de grupos de oração santos!”.

POR JOÃO CÉSAR LEONARDI

Fonte : www.rccsp.org.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *