TOQUE DE AMOR

Na sequência do IX Congresso Diocesano da RCC da Diocese de Jundiaí , em sua segunda formação  Lucimar Maziero, Coordenadora Estadual da Renovação Carismática Católica,  iniciou  partilhando com os presentes a moção que Deus colocou no coração dos membros do Conselho Nacional da Renovação Carismática do Brasil em setembro de 2015  , que é necessário sair e ir tocar as ovelhas de Jesus.” Tocar o povo de Deus não ficando atrás de uma mesa de escritório ou de nossas casas e sim indo ao encontro das pessoas, ouvindo-as, rezando com elas, vendo suas necessidades, tocar suas feridas, tocar suas realidades sem medo”.

Fazer isso, por que eu amor e essa pessoa é muito importante para mim. A palavra de ordem para um servo da Renovação Carismática Católica é tocar Gratuitamente. Tocar na compaixão não para se aparecer e dizer foi eu quem fiz, que foi na minha coordenação, entre outras coisas. Eu não executo uma obra querendo algo em troca. O tempo que estamos vivendo é o ano de tocar gratuitamente o outro na simplicidade e na realidade do evangelho.

Toque – Significa uma ação. Vou sair de onde estou para tocar algo ou alguém. Nos quatro evangelhos vou encontrar algo essencial  de Jesus.

1- O olhar de Jesus que enxerga até aquele que estava debaixo da figueira. Olhou aqueles que estavam concertando as redes. Jesus vê, enxerga, vê tudo que estamos passando. Ele não vê só o que sofremos exteriormente, mas também o que passamos interiormente. O olhar de Jesus penetra o nosso olhar.Penetra a nossa alma. Não podemos tirar os olhos do olhar de Jesus e tendo os olhos no olhar de Jesus vamos enxergar a realidade de nossos irmãos que Jesus confiou dentro dos nossos Grupos de Oração. Quando olhamos com o olhar de Jesus não olhamos com olhar de julgamento e sim de pureza. O olhar de Jesus é um olhar de bondade e misericórdia.   (Marcos 1,14s ).  O olhar de Jesus vê além das aparências. É esse olhar que Jesus quer nos dar nesta tarde e só assim vamos tocar os irmãos. Jesus toca as pessoas, os enfermos, leprosos, doentes e o toque de Jesus fazia toda a diferença.

2- O toque de Jesus é um toque que cura e o toque que Jesus está nos chamando a realizar em nossos irmãos e irmãs é também um toque que cure.Quando chegamos ao Grupo de Oração fomos envolvidos com o Toque de Amor de Jesus através do pregador ou servo que estava ali naquele dia.

3- Acolher os excluídos era algo constante para Jesus. Se somos instrumentos de misericórdia e aproximamos dos filhos de Deus eles são curados. Como será a graça de quando começarmos a visitar as famílias de nosso Grupo de Oração? Deus me toca, estou vivendo essa experiência e eu vou tocar outras pessoas. O toque do amor de Deus não me deixa acomodado, ele me faz ir ao encontro do outro, é o exercício do Carisma – O AMOR.

O Toque de Amor de Jesus produz transformações. Jesus fez algo em nós por que Ele nos tocou com amor. As nossas mãos são instrumentos de amor e elas nos foram dadas como mãos que constroem o Reino de Deus. Essas mãos foram dadas para trabalharmos e, por isso, devemos tocar as pessoas, orar pelas pessoas, levar as nossas mãos para ajudar as pessoas que precisam se levantar, caminhar, indicar caminho, ser usada para bater na casa dos nossos irmãos, visitar os irmãos enfermos e ser instrumentos do Toque do Amor de Deus para cada irmãos e irmã.

O toque de Jesus ressuscita os mortos, concede visão aos cegos, faz acalmar a tempestade e precisamos deixar Jesus quando necessário tocar-nos.

Se você quer alcançar almas para Deus precisamos levantar da cadeira, levantar do nosso comodismo e de tudo aquilo que nos impende de avançar.

É hora de levantar da cadeira e ir até aquelas pessoas escondidas que estão nas periferias de nossas cidades.

Coordenador é preciso você visitar as ovelhas que Jesus ti confiou. Se não souber o que falar com ele, reze uma Ave-Maria ou coma uma bolacha com ele, será muito importante, pois é o que você tem e não sairá dessa casa de mãos vazias. Leva o que você tem, sua vida, sua fé, sua alegria, sua esperança e não voltará de mãos vazias. Isso é missão e missão tem um braço de mãos duplas. Você doa e Deus ti dá.

Coordenador veja os servos que não estão hoje neste congresso e saiba que eles são os primeiros de sua lista para receber as visitas. Quando fazemos essas visitas, nós nos tornamos instrumentos da misericórdia de Deus. Se você coordenador fez isso na vida dos servos, os servos vão te ajudar a fazer isso na vida dos participantes do seu Grupo de Oração. Você não vai estar sozinho, outros servos vão estar juntos com você.

Deixa tua vida tocar a vida do pobre, do excluído, do doente, daquele que tantas vezes ouviu dizer que sua vida não tem mais jeito ou saída e verás o Toque de Deus transformando vidas.

Nós precisamos ser tocados pelo Senhor para podermos tocar outros.

Lucimar destacou que existe uma promessa de crescimento para os nossos Grupos de Oração, porém  nós precisamos obedecer o que Deus está falando. Sermos prudentes e vigilantes nas orações. Ir ao encontro dos irmãos do teu Grupo de Oração.

Reginaldo Aparecido Pereira – MCS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *