Universidades Renovadas de São Paulo realiza reunião estadual

Nos dias 20, 21 e 22 de fevereiro, o Ministério Universidades Renovadas do estado de São Paulo reuniu os membros do Conselho Estadual para um encontro de espiritualidade, formação, partilha, Escuta Profética e vivência fraterna. A reunião, realizada na Casa de Retiros Nossa Senhora das Graças, em Taubaté/SP, teve objetivo também de definir metas e o planejamento das ações desse ano.

Atualmente, o Ministério está presente em 32 das 41 dioceses do estado. Desse total, 26 foram representadas na reunião que teve presença do coordenador nacional do Ministério, Lucas Torres, e também do professor Felipe Aquino, da comunidade Canção Nova.

O encontro teve início na sexta-feira com a pregação “Retornando ao primeiro amor”, conduzida por Carlos Eduardo Fernandes, coordenador estadual do Ministério. A partir da Palavra de Apocalipse 2, ele levou os participantes a resgatarem elementos importantes na vida pessoal como o uso dos carismas e a escuta a Deus. O pregador também realizou uma dinâmica na qual cada um recebeu uma folha em branco como presente para escrever uma nova história com Deus.

No sábado, as atividades tiveram início pela manhã. Lucas Torres pregou sobre “Identidade, Carisma e Campo de Missão”, destacando o trabalho dos “luquinhas” dentro da RCC e o planejamento que deve ser seguido pelos Grupos de Oração Universitários ao longo de 2015. “Nós nos preocupamos com uma sociedade mais justa. Não somos movidos por ideais, nossa motivação é o nosso Senhor Jesus Cristo”, frisou.

Em seguida, professor Felipe Aquino falou sobre “O papel do Cristão Universitário na construção de um mundo novo”. Com foco na espiritualidade, o professor deu exemplo dos santos que buscaram na oração ser a diferença no mundo, como Santa Terezinha do Menino Jesus e São João Maria Vianey. O pregador exortou que é preciso ter conhecimento sólido para evangelizar e realmente fazer a diferença.

O coordenador estadual do Ministério testemunha que essa reunião foi um despertar. “Tivemos nossa visão ampliada sobre as possibilidades de ações no campo de missão que Deus nos confiou. Creio que estamos vivendo um tempo profético dentro do estado. Creio que uma liderança compromissada e entregue ao Espirito será levantada no Estado”, revela.

A tarde do sábado ainda teve na programação as pregações “Administração no Espírito” e “Aproximai-vos de Vossa Jerusalém”, com enfoque na Cultura do Encontro. Após a celebração da Palavra, as lideranças do MUR se reuniram para momentos de avaliação e partilha sobre a realidade das dioceses.

Para o professor Felipe Aquino, a evangelização nas universidades é importante, pois é de lá que saem os formadores de opinião da sociedade. “O que temos notado hoje é que a universidade está paganizada, conduzida por falsos valores que não são cristãos”, afirma.

No entanto, Aquino alerta os evangelizadores para uma realidade: “É preciso, antes de tudo, a conversão. Não adianta se lançar num ativismo frenético sem oração, sem espiritualidade. Seria um desastre”. E acrescenta: “Jesus nos quer enviar a pescar ‘peixes grandes’ em águas profundas. Chega de ficar pescando manjubinha na praia. Esses peixes grandes que a Igreja deles precisa estão no mar das universidades”.

No domingo, foram trabalhados os direcionamentos práticos de acordo com os pilares da RCC no estado, além de definidos os detalhes finais do Encontro Estadual de Lideranças do Ministério, que ocorrerá em São Carlos, nos dias 26,27 e 28 de março.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *